fbpx

Integrar é participar ativamente do tratamento

Publicado por Cristine Moraes em

Por muito tempo, a área da saúde tratou o corpo humano dividindo por partes. Mas a cada dia que a ciência avança é nítida a transformação que estamos vivendo. É claro que existem especialistas em determinados órgãos ou sistemas, sempre haverá, mas é crescente o número de profissionais que abordam de forma integral o seu paciente.

Com as pesquisas avançando sobre o sistema fascial e a grande influência da medicina oriental, fomos mergulhando no mundo da integralidade. Começamos a raciocinar a cerca do corpo de forma mais abrangente e deste modo entendemos que tudo possui uma causa mais profunda e que deve ser vista e tratada de forma integral.

A maneira de avaliar mudou, a maneira de tratar também. E os resultados são cada vez mais satisfatórios.

Este olhar da integralidade colocou o paciente como sujeito do tratamento. Ele participa de forma ativa na transformação de seus hábitos e na construção diária de sua saúde. Uma pessoa que sente os benefícios de um tratamento integrativo retoma seu poder corporal. Reconhece seu corpo e os sinais que ele emite conseguindo agir e promover autocura.

No EnCORPOre integramos áreas do conhecimento abordando a totalidade do corpo da mulher. Fornecemos ferramentas para promoção de autocura para todas as fases da vida da mulher.

E você já sentiu a força de olhar integralmente para seu corpo?


0 comentário

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *